O Departamento Ministerial tem como função:

1) Assistir e amparar, em caráter ministerial, a todo corpo de Pastores e Obreiros;

2) Colaborar com a Diretoria Geral para o aumento da produtividade pastoral;

3) Promover eventos de instrução e treinamento, na forma de retiros, encontros e seminários de âmbitos nacional e regional visando:

      a) a melhoria da performance ministerial;

      b) a elevação do padrão espiritual dos Pastores, Obreiros e de suas famílias;

      c) o estreitamento do espirito de companheirismo;

      d) alcançar maior grau de comunhão entre seus membros.

4) Recomendar, aos Pastores e Obreiros, literaturas qualificadas que ofereçam maior vantagem ao seu ministério.

5) Zelar pelo cumprimento da Constituição da CBSDB, desde Regimento e do Código de ética Pastoral pelos Pastores e Obreiros.

6) Examinar e montar processos de estágio de Obreiros, ordenação e jubilação de Pastores, emitir pareceres sobre eles e encaminhá-la a Diretoria Geral da CBSDB;

7) Emitir parecer sobre processos relativos a Pastores e Obreiros, que tratem de admissão, transferência, licença, disciplina, demissão e exclusão e encaminha-las a Diretoria Geral da CBSDB.

8) Convocar a Assembleia de Pastores da IBSD, a fim de estudar assuntos de relevância na área ministral e denominacional.

9) Estudar, executar, projetos de qualificação e manter um trabalho de constante assistência aos Pastores, Obreiros e familiares.

10) emitir carteiras de identificação ministerial aos Pastores e Obreiros pertencentes ao quadro ministerial da CBSDB.

Hoje o responsável por este departamento é o Pastor Sidnei Ubiraci Grossklaus, nascido em 07 de maio de 1969 filho de Amazonas e Irene Grossklaus casado com Roseli Grossklaus, pai de quatro filhos Leomir, Daniele, Adriele e Leandro. Conheceu Jesus aos 20 anos de idade onde deste então começou a caminhar com Cristo e pela sua causa onde iniciou o seu Ministério na cidade de Bituruna/PR, onde hoje tem um grande trabalho. Começou a trabalhar em período integral na Primeira Igreja Batista do Sétimo Dia de Porto União/SC, onde como presidente e missionário foi transferido para Santo Antônio do Sudoeste, onde trabalhou em torno de três anos, deixando a Igreja com 67 membros. No ano de 2000 foi transferido para Canoinhas/SC onde tem seu ministério até o dia de hoje.